35 milhões de latino‐americanos vivem em cidades que são administradas com planos de metas e participação cidadã.

 

Por meio da adoção e monitoramento de planos de metas (instrumento de planejamento e informação cidadã elaborado pelo governo local com obrigatoriedade de prestar contas sobre os avanços de suas ações), a Fundación Avina e seus parceiros contribuíram para o fortalecimento da democracia e da participação dos cidadãos na gestão pública municipal em mais de 40 cidades de América Latina, inclusive em grandes metrópoles como São Paulo, com mais de 11 milhões de habitantes.

Esses planos de metas são um resultado importante alcançado por meio da mobilização da Rede Latino-Americana por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis e acarreta mudanças nas práticas de ação política dos candidados locais dessas cidades, que devem apresentar de maneira objetiva, transparente e programática suas propostas para a cidade.

Além disso, permitem que os cidadãos possam exercer sua função de monitoramento e participação na gestão pública e controle social. A experiência em cidades como Bogotá, São Paulo ou Lima demonstra que os mecanismos de controle cidadão podem ser uma ferramenta poderosa no processo de melhoria da qualidade de vida urbana.

A Fundación Avina agilizou esse processo, contribuindo para a capacitação cidadã e para a troca  de experiências e informações sobre processos equivalentes em outras cidades de América Latina. Apoiamos estratégica, política e financeiramente a difusão desse instrumento de incidência pública traduzido no Plano de Metas. A Avina, em sua contínua articulação internacional, incentiva a propagação de processos democráticos em grande escala.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Google+