3 milhões de latino-americanos possuem acesso à água segura graças à gestão democrática da água e à construção de parceiras público-privadas que geram soluções comunitárias.

 

Na América Latina, mais de 40 milhões de pessoas de comunidades rurais e periurbanas procuram resolver o déficit de serviços de água e saneamento por meio da gestão comunitária e democrática da água. Na região, existem mais de 80 mil Organizações Comunitárias de Serviços de Água e Saneamento (OCSAS), criadas para gerenciar o acesso a água. Estudos do Programa de Água e Saneamento, do Banco Mundial, garantem que este tipo de gestão tem potencial para beneficiar pelo menos mais 18 milhões de pessoas se puderem contar com o apoio e reconhecimento da sociedade civil, governos e empresas privadas.

A Fundación Avina, juntamente com um número significativo e cada vez maior de parceiros, trabalha para dar visibilidade e reconhecimento, fortalecer e articular os esforços comunitários pelo acesso a água potável.

Organizações sociais, empresas e governos se uniram à causa, assim como centenas de parceiros locais e milhares de organizações comunitárias distribuídas pela região, inclusive a recém-formalizada Confederação Latino-Americana de Organizações Comunitárias de Serviços de Água e Saneamento (CLOCSAS). As capacidades de administração, operação e manutenção dos sistemas comunitários de água estão sendo fortalecidas por meio do programa de capacitação voltado para líderes comunitários. O programa foi elaborado com base nas melhores experiências latino-americanas no tema e foi aplicado em pelo menos onze países da América Latina, em coordenação com organizações governamentais, universidades, empresas e sociedade civil.

A Fundación Avina se esforça para sensibilizar os tomadores de decisão sobre a importância do papel da gestão comunitária da água para o desenvolvimento dos países. Com atores conscientes, é possível viabilizar ações concretas. Por exemplo, o fortalecimento de capacidades para a incidência permitiu a participação ativa do setor comunitário na elaboração de políticas públicas do setor em alguns países como o Equador, por exemplo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Google+