Cidades colombianas fazem seu planejamento estratégico com o Índice de Progresso Social

 

Captura de pantalla 2017-04-25 a las 09.37.41

Em 2015, com o apoio da Fundação Corona, Deloitte, Social Progress Imperative, Rede Colombiana de Cidades Cómo Vamos e Fundación Avina, o Índice de Progresso Social (IPS) foi calculado para 10 cidades da Colômbia, e os resultados foram entregues aos representantes políticos de seus municípios.

Em 2016, esses municípios utilizaram os resultados do IPS como informação estratégica para planejar e gerar de políticas e parcerias buscando melhorar os indicadores identificados.

Especificamente, as prefeituras de Santiago de Cali, Manizales, Medellín e Cartagena, que juntas possuem mais de 5,5 milhões de habitantes, utilizaram o IPS Cidades Colombianas para fundamentar seu planejamento para 2020.

Esse compromisso implica no planejamento de várias metas para políticas de saúde, meio ambiente, educação, direitos iguais e gestão de resíduos, com o objetivo de melhorar os indicadores que serão monitorados anualmente pelo IPS.

A Fundación Avina, além de apoiar historicamente a Rede Cómo Vamos, contribuiu com recursos técnicos e financeiros para a aplicação do IPS Municípios Colombianos. Essa iniciativa também é muito importante para o eixo estratégico do programa Cidades Sustentáveis da Fundación Avina em relação à governança sustentável e participativa.

O IPS é uma iniciativa promovida pelo Social Progress Imperative e criada em conjunto com a Fundación Avina que fornece informações discriminadas sobre o progresso social de 133 países por meio de 55 indicadores para que os formuladores de políticas públicas, organismos internacionais de desenvolvimento, organizações filantrópicas, organizações da sociedade civil e do mundo acadêmico possam concentrar seus investimentos nas áreas que mais contribuem para melhorar o bem-estar integral de seus cidadãos.

Principais parceiros:

Colômbia: Fundação Corona, Rede Colombiana de Cidades Cómo Vamos

Global: Deloitte, Social Progress Imperative

País impactado: Colômbia

Olhe para o Relatório Anual completo 2016 aqui.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Google+