Costa Rica apresenta política para gestão comunitária da água e decreta o Dia do Gestor Comunitário.

 

impacto-costarica-1-accesoO Instituto de Aquedutos e Redes de Esgoto (AyA, conforme a sigla em espanhol), apresentou a “Política de Organização e Fortalecimento da Gestão Comunitária dos Serviços de Água Potável e Saneamento”, que constitui um marco histórico para o país, não só pela necessidade de uma sólida política pública para o setor, como também pelo processo participativo que envolveu atores comunitários de todas as regiões em sua elaboração.

Durante o ano de 2014, foram realizados catorze encontros em diferentes regiões do país para estabelecer, de maneira participativa, os parâmetros para a referida política e, em 2015, outros sete encontros foram realizados para incorporar sugestões à proposta inicial.

Essa política, de abrangência nacional, gira em torno de cinco eixos estratégicos: nova cultura para a gestão da água, fortalecimento de capacidades para a prestação de serviços, apoio a parcerias e ordenamento da gestão dos serviços.

Além disso, o dia 14 de setembro foi decretado como o Dia da Gestão Comunitária da Água.

Há vários anos, a Fundación Avina apoia iniciativas diversas relacionadas ao acesso à água no país.

O 5º Encontro Latino-Americano da Gestão Comunitária da Agua, realizado em setembro de 2014, ampliou a visibilidade e o reconhecimento, por parte da opinião pública, da importância da gestão comunitária da água e do trabalho das Organizações Comunitárias de Serviços de Água e Saneamento (OCSAS). A repercussão midiática foi significativa, como atestam as quase 100 notícias em meios de comunicação de grande audiência, em nível nacional e regional. Houve uma viralização positiva nas redes sociais oficiais que alcançou mais de 15 mil pessoas no Facebook, e foram produzidos 33 vídeos in situ dos momentos mais importantes do encontro.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Google+