O Índice de Progresso Social orienta o planejamento público no Brasil e na Colômbia

 

IPS logro 1a

O IPS fornece informações detalhadas sobre o progresso social de cada país para contribuir para a promoção do bem-estar integral dos cidadãos. Cali, Colômbia

Em janeiro de 2015, o governador do estado no Pará, Simão Jatene, convocou nosso parceiro Beto Veríssimo, da IMAZON, para aplicar o Índice de Progresso Social (IPS) em 772 municípios da Amazônia. Dessa parceria surgiu um plano de governo com vinculação orçamentária para os quatro anos seguintes, que tem como objetivo melhorar de maneira sustentável a qualidade de vida de mais de 8 milhões de pessoas, que será medida pelos indicadores do IPS. A iniciativa contou com o apoio técnico e financeiro da Fundación Avina.

Por outro lado, o IPS Comunidades começou a ser utilizado em outra região do Brasil, em Medio Juruá, onde habitam 50 comunidades ribeirinhas da Amazônia, e está sendo coordenado pela Natura, Instituto Coca-Cola Brasil e companhia Ipsos. O IPS Comunidades é um instrumento de medição de desenvolvimento social a partir de dados primários e conta com uma metodologia de articulação de atores multissetoriais para definir prioridades e avaliar resultados. Os resultados da aplicação piloto já estão sendo utilizados para revisar o plano de desenvolvimento territorial da região de Medio Juruá. Nesse sentido, uma das ações realizadas foi a ampliação e direcionamento dos investimentos planejados pelo governo federal para a construção de mais banheiros. Isso permitiu melhorar as condições de vida de 100 famílias e também a salubridade do rio. A ferramenta já foi utilizada também em dois territórios de São Paulo e sua reprodução é fácil e gratuita. O IPS Comunidades conta com o apoio metodológico da Social Progress Imperative e da rede Progresso Social Brasil, e é liderado pela Fundación Avina.

O IPS continua crescendo e sendo aplicado em outros países da América Latina. Em setembro de 2015, o IPS Intercidades foi apresentado na Colômbia. Ele foi aplicado entre 2009 e 2014 para medir o progresso social em 10 cidades colombianas onde habitam 40% da população do país. Em dezembro de 2015, o prefeito eleito de Cali, a terceira cidade mais importante da Colômbia, utilizou os dados produzidos pelo IPS como referência para definir as prioridades da gestão pública e privada da cidade. Essa iniciativa é resultado de uma parceria estratégica entre a Fundación Avina, Social Progress Imperative e Rede de Cidades Cómo Vamos.

O IPS é uma iniciativa da Social Progress Imperative (cocriada pela Fundación Avina) que utiliza 52 indicadores para fornecer informações detalhadas sobre o progresso social de cada país para que os formuladores de políticas públicas, organismos internacionais de desenvolvimento, organizações filantrópicas, organizações da sociedade civil e do mundo acadêmico possam concentrar seus investimentos nas áreas que mais contribuem para melhorar o bem-estar integral de seus cidadãos. Esses indicadores medem a capacidade de cada país de satisfazer as necessidades básicas de sua população, o uso da infraestrutura e instrumentos que permitem aos indivíduos e comunidades melhorar sua qualidade de vida e a existência de um ambiente propício para que todas as pessoas tenham a oportunidade de desenvolver seu potencial pleno.

Principais parceiros neste resultado: Social Progress Imperative, IMAZON, Natura, Instituto Coca-Cola Brasil, Ipsos, Rede Progresso Social Brasil, Rede de Cidades Cómo Vamos, representantes do governo do Pará 

Países impactados: Brasil, Colômbia

 

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no Google+