Impacto ético no mundo financeiro

Líderes regionais, como a Fundação Dinheiro e Consciência, Doble Impacto e Sistema B; atores locais como os investidores de finanças sociais, de impacto, organizações da economia social e do comércio justo, e famílias com grandes patrimônios; autoridades próximas às áreas social, ambiental, do mercado de capitais, de economia e finanças; ex-banqueiros, ex-funcionários de órgãos reguladores bancários e atores históricos associados à Avina em Economia Social e Solidária, e Comércio Justo.

Colocar as finanças a serviço do desenvolvimento sustentável, criando bancos éticos na América Latina e acompanhando a transição de atores e instituições do sistema para práticas financeiras mais éticas e transparentes.

Formação de equipe de liderança regional e formação de grupos promotores locais. Promover transferências metodológicas, estudos normativos e estudos de
pré-viabilidade, além de realizar campanhas de comunicação.

O próprio conceito de banca ética ou banca com valores é inovador, pois se baseia em critérios de não investimento (por exemplo, no caso de violação de direitos) e na transparência radical e governança dual com valores e práticas diferentes.

Os projetos têm três áreas como foco: ambiente, sociedade e cultura. A banca investe em transações visando à sustentabilidade (de impacto negativo a impacto
positivo).

• Lançamento de duas plataformas (Doble Impacto no Chile e Rede Dinheiro e Consciência no Brasil) e um fundo de mesocréditos sociais (Equilibrium na Argentina).
• Adoção do conceito de Mesocrédito na Argentina.
• Existem bancos tradicionais dispostos a serem acompanhados em processos de mudança.

Veja Mais