Brasil regulariza a situação migratória de 100 mil venezuelanos e venezuelanas por meio da colaboração entre as organizações.

Atuação de organizações da sociedade civil pró-migrantes, movimentos de migrantes e organismos internacionais.

Acolher, proteger e incorporar a população em mobilidade para que possam viver uma vida digna.

Criação de regulamentação e políticas inclusivas que protejam e garantam os direitos das pessoas em mobilidade.

• Da emergência ao reconhecimento de direitos.
• Ação colaborativa em rede, envolvendo atores que nem sempre trabalham juntos, como a sociedade civil e o Exército.

Incidência na Lei 13.445/17 e na regulamentação da assistência de emergência para acolher os migrantes venezuelanos. A lei estabelece os direitos e os deveres
dos migrantes e regulamenta sua entrada no país, além de estabelecer princípios e diretrizes para as políticas públicas que os afetam. A entrada em vigor dessa lei era urgente para a atenção à população venezuelana.

Veja Mais